"O Eu Superior - Nosso Verdadeiro Mestre"



Eu Superior é que o nosso Eu Pleno, aquele que tudo vê, tudo sabe e em todos está, é muito mais vasto do que podemos imaginar. Afinal, ele é o nosso Deus, a Centelha Divina presente em nós. Haverá o dia em que completaremos a nossa fusão com o nosso próprio Eu Superior, mas para isso muito trabalho interior deverá ser realizado, além de ser fundamentalmente necessário o desenvolvimento dos sentimentos crísticos, de Amor, Sabedoria, Justiça, Liberdade.

O que seria a fusão com o Eu Superior? É a união consciente com Aquele que é antes de Nós Sermos, com aquele que tudo sabe, que tudo vê e em todos está. Será o momento em que retornaremos ao ponto de partida, ou seja, quando pudermos nos manifestar como verdadeiros Filhos de Deus feitos à sua imagem e semelhança. Este mesmo Deus, que é a nossa Centelha Divina e que sempre nos fala em oculto durante nossas preces e meditações.

É importante deixarmos claro que jamais poderíamos perder o contato com o nosso Eu Superior. Podemos nos afastar dele, devido às nossas faltas e transgressões, mas jamais cortaríamos nossos laços com ele, pois se assim fosse, deixaríamos de SER.

 No universo, tudo é, nada é inexistente. Deus é infinito e a tudo alcança, e tudo o que existe faz parte deste Deus, deste Grande Sol Central que de si emana o Amor Universal a todos os mundos e a todos os universos. Podemos nos afastar de nossos Eus Superiores, mas em breve tempo o caminho da ilusão, o qual poderíamos ter seguido, este se desintegrará e tudo o que poderia parecer fartura e domínio, poder ilimitado, um dia se mostrará limitado pois ele realmente é. As trevas são ilusórias, portanto, somente o caminho da Luz é farto, infinito, e nos traz glória e poder, no sentido universal e jamais no sentido de domínios e contrastes entre mais fortes e mais fracos. Assim é a natureza, assim é o universo.

Se nos perdemos de nossos Eus Superiores, há um motivo para isso. Nós não cortamos a ligação, de forma alguma, mas estamos como que procurando a porta certa em meio a uma escuridão que nos impede de enxergar. E assim poderemos abrir portas erradas e delas sairão monstros, os tão conhecidos monstros que chamamos de medo, insegurança, brigas, ódio, etc. Mas existe uma porta, estreita, pela qual podemos nos reencontrar. Ao abrir esta porta, tudo se iluminará e a escuridão se dissipará. Tudo então se torna Luz e nada mais poderá nos levar a abrir portas erradas, pois agora sabemos que só o Amor pode curar, só o Amor pode orientar, somente através do Amor Universal podemos saber quem somos e o que realmente queremos. Nos unimos novamente ao Pai, tal como aqueles filhos pródigos que um dia deixam seus pais, mas após algum tempo de provas e percalços, voltam ao braços maternais e paternais, que por muito e muito tempo esperaram por este momento.


Trecho retirado do livro "O Eu Superior - Nosso Verdadeiro Mestre"- Leandro Pires 

Comentários

Postagens mais visitadas